Excavations 2017


This is a temporary blog for presenting the excavations of 2017 at Perdigões. Posts from 2011 to 2016 are still available.

Wednesday, 31 July 2013

025/2013 – Another one…

… from the cremations pit.

… da fossa das cremações.


Tuesday, 30 July 2013

024/2013 - The pipe after cleaning

 
 

023/2013 – The pipe (?)

Just like another collected two years ago in Late Neolithic ditch 6 (still unpublished), an object that can be interpreted as a pipe was recorded almost at the bottom of Late Neolithic ditch 8.
Tal como outro recolhido há dois anos no fosso 6 do Neolítico Final (ainda inédito), um objecto que pode ser interpretado como um cachimbo foi registado quase na base do fosso 8 igualmente do Neolítico Final.
 
It looks like a deep spoon, but the small handle is hollow.

Parece uma colher funda, mas o cabo é perfurado.

Monday, 29 July 2013

022/2013 – The “avenue” of pottery shards

The filling of Late Neolithic ditch 8 was made by the depositions of a sequence of layers of fragments of pottery and faunal remains. This is an image of the top one.
O enchimento do fosso 8 do Neolítico Final foi feito através da deposição de níveis de cerâmica fragmentada e restos faunísticos. Esta é uma imagem do nível de topo.
 
 
One interesting thing is that, in a highly fragmented pattern, rims and fragment walls are in similar percentages. That is not a natural pattern, since we should expect much more wall parts. It is human deliberate intervention that builds that pattern. Something to add to the practice of horizontal depositions along the ditch.

Uma situação interessante é a de, perante um padrão de grande fragmentação, os bordos e os bojos surgirem em percentagens semelhantes. Este não é um padrão natural, pois se assim fosse deveriam aparecer muitos mais bojos. É um padrão que resulta de uma acção deliberada humana de escolha. Algo a acrescentar à prática de deposição horizontal alongada no fosso.

Sunday, 28 July 2013

021/2013 – Cutting and re-cutting

The confirmation that ditch 7, so far of chalcolithic chronology, cuts ditch 8. The limits of ditch 7, marked by the stones, are cutting in a curve the layers of elongated deposition of pottery shards that characterize the filling of the Late Neolithic ditch 8. One of the stones is a mini standing stone.

A confirmação de que o fosso 7, até agora de cronologia exclusivamente calcolítica, corta o fosso 8. Os limites do fosso 7, marcados pelas pedras, cortam num trajecto em curva os níveis de deposições alongadas de fragmentos cerâmicos que caracterizam o enchimento do fosso 8, do Neolítico Final. Um das pedras é uma míni estela-menhir.

 
Inside ditch 7 is also confirmed the existence of what seems to be a re-cutting of a small ditch in the previous filling sediments. This re-cut was then filled with stones, some pottery and faunal remains.

Dentro do fosso 7 está também confirmada a presença do que parece ser um recorte de um pequeno fosso nos sedimentos do enchimento prévio. Este pequeno recorte foi depois preenchido por pedras, alguma cerâmica e restos de fauna.
 
 
This is something that has already been documented in Bela Vista 5 enclosure (see here: http://portugueseenclosures.blogspot.pt/2012/09/0111-re-excavating-ditches.html)
Isto é algo que já foi documentado no recinto da Bela Vista 5 (ver aqui: http://portugueseenclosures.blogspot.pt/2012/09/0111-re-excavating-ditches.html)

 

Saturday, 27 July 2013

020/2013 – The first team

 
Here is the team of those first two weeks (less Daniela, out for the weekend): Penny, Emely, Haylee, Ana, Patrícia, Nelson, Diogo (known as Bruno), Hector, Steven, Em., Ana Cláudia, Beatriz (and her baby), Frankie and me.
Aqui está a equipa da primeira quinzena (menos a Daniela, de fim de semana):  Penny, Emely, Haylee, Ana, Patrícia, Nelson, Diogo (conhecido por Bruno), Hector, Steven, Em., Ana Cláudia, Beatriz (e o seu bébé), Frankie e eu.

019/2013 – The big pot

In the last day of work of the first two weeks a big pot came out from the “hypogeum” structure.

No último dia da primeira quinzena de trabalho saiu um grande pote da estrutura tipo “hypogeum”.

Friday, 26 July 2013

018/2013 – 121

Is the number of the minimum individuals present so far in the cremations of pit 40. The bones are all quite burned and fragmented, so we use to count the individuals the petrous pyramid. This is the one from individual 118.

Este é o número mínimo de indivíduos presentes até ao momento na fossa 40 com restos de cremações. Os ossos estão todos muito queimados e fragmentados, por isso estamos a usar a pirâmide petroseal para definir o número mínimo. Este é o do indivíduo 118.
 

Thursday, 25 July 2013

017/2013 – More…

Another small limestone idol was found in the cremations pit. From this general context we have now more than ten.

Outro pequeno ídolo de calcário foi registado na fossa com cremações. Para este contexto geral já ultrapassámos a dezena.
 
At the “hipogyum” half pots keep appearing near the walls. We just found two precise half parts, one from last here and the other from this here, that mach. They were two meters apart.

No “hipogeu metades de potes continuam a aparecer junto à parede. Acabámos de encontrar duas metades, uma do ano passado e outra deste ano, que remontam na perfeição. Estavam separadas por dois metros.
 
Is it still possible to think that the half parts of pots were broken like that just bi accident? Breaking in two precise half parts is not easy.
Será ainda possível pensar que metades de recipientes se partem assim acidentalmente?. Partir recipientes em duas metades não é fácil.


Wednesday, 24 July 2013

016/2013 – Today’s afternoon



In the “hypogeum” / no hipogeu

In ditch 7/no fosso 7

In ditch 8/no fosso 8

In the cremations pit/na fossa das cremações

015/2013 – Parts and wholes…



… “Fragmentation in Prehistoric context” is the name of the book of John Chapman and Bisserka Gaydarska that I have in front of me, in the table. Pretty much adequate to deal with the peripheral depositions along the walls of the “Hipogeum” structure at Perdigões. There we have a sequence of stones, faunal remains and fragments (frequently half) of pots. These depositions started to be excavated last here and it is now continuing in the northern part of the structure.  
… “Fragmentation in Prehistoric context” é o nome do livro de John Chapman and Bisserka Gaydarska que tenho à minha frente sobre a mesa. Bastante adequado para lidar com as deposições periféricas ao longo da parede da estrutura tipo “Hipogeu” nos Perdigões. Ali temos uma sequência de pedras, restos faunísticos e fragmentos (frequentemente metades) de recipientes. Estas deposições começaram a ser escavadas no ano passado e continuam agora na parte norte da estrutura.


Tuesday, 23 July 2013

014/2013 – The spear head

It appeared in the elongated agglomeration of stones in the top of ditch 7.

Apareceu no aglomerado de pedras alongado no topo do fosso 7.

 
 
 
 

Monday, 22 July 2013

013/2013 – With the face washed


De cara lavada.

012/2013 – And at the seventh day…


… it appeared.
… apareceu.

 


A Moncarapacho idol from the cremations pit.
Um ídolo betilo tipo Moncarapacho proveniente da fossa com cremações.


Sunday, 21 July 2013

011/2013 - A day in the life...


… of Perdigões, with the inauguration of a small exhibition in the Museu do Fresco at Monsaraz villadge. Partnership of ERA, CMRM and Esporão.

… dos Perdigões, com a inauguração de uma pequena exposição no Museu do Fresco em Monsaraz. Parceria da ERA, CMRM e Esporão.

 
 
 
 

Saturday, 20 July 2013

010/2013 – The strange support vessel


 
We call it “support vessels”: hyperbolic shapes open in both sides, used to support other pots. The strange thing in this one, collected inside de late Neolithic “hypogeum”, is that has a suspension nipple inside. To what purpose would this artifact be suspended for?
Chamamos a estas peças “vasos suporte”: peças hiperboloides com abertura de ambos os lados, destinadas a servir de suporte a recipientes. O estranho nesta peça, recolhida no “hipogeu” do Neolítico Final, é apresentar um mamilo de suspensão pelo interior. Para que seria esta peça suspensa?

Friday, 19 July 2013

009/2013 – “The pottery way”



That is what an elongated deposition of pottery shards (and some fauna) looks like in the top filling of Late Neolithic ditch 8 (just like ditch 12).

Este é o aspecto de uma deposição alongada de fragmentos de cerâmica (e alguma fauna) no topo do enchimento do fosso 8 do Neolítico Final (tal como já acontecia no fosso 12).

Tuesday, 16 July 2013

008/2003 – Where we are excavating

We are now excavating in several fronts and structures. In Sector Q we are excavating Chalcolithic pit 40, de one with the cremated human remains, and just started to excavate pit 35. We are also continuing the “hypogeum” from Late Neolithic.

Estamos agora a escavar em várias frentes e estruturas. No Sector Q estamos a escavar a fossa 40, calcolítica (a que tem as deposições de restos de cremações humanas), e começámos a escavar a fossa 35. Estamos também a continuar o “hipogeu” do Neolítico Final.
Pit 40 / Fossa 40


Pit 35 (first plan) and "hypogeum"/Fossa 35 (primeiro plano) e "hipogeu".

In sector P, the section in de Late Neolithic ditch 8 is in progress, and we started to define the stone alignment in the top of ditch 7, that seems to be Chalcolithic.
No sector P, a secção do fosso 8 do Neolítico Final está em progresso e começámos a definir o alinhamentos de pedras no topo do fosso 7, o qual parece ser já calcolítico.


Section in ditch 8/Secção no fosso 8

 
Stone alignment in ditch 7 /Alinhamento de pedras no fosso 7

Monday, 15 July 2013

007/2013 – Back to the cremations


 
After cleaning we start excavating in this afternoon. One of the contexts we came back was pit 40, a context with human cremated remains. Just starting, but already with some findings.
Depois das limpezas, começámos a escavar na parte da tarde. Um dos contextos a que voltámos é a fossa 40, uma estrutura com restos de cremações humanas. Estamos a começar, já com algumas descobertas.

Saturday, 13 July 2013

006/2013 – Cleaning 2


... and in the other corner, pits and more pits.
... e no outro canto, fossas e mais fossas.

 

 
Exhausting job, that has sometimes its rewards.
Trabalho cansativo mas que por vezes tem as suas compensações.


Friday, 12 July 2013

005/2013 – Cleaning


 
We are cleaning after a small amplification of the area of the “hypogeum” structure. And we have already a new circular pit and other negative structures cutting each other.
Estamos a limpar o pequeno alargamento na área do “hipogeu”. Temos já uma nova fossa circular e outras estruturas negativas que se cortam umas às outras.

Wednesday, 10 July 2013

004/2013 Sunrise in Perdigões




Sunrising in Perdigões today. We were starting to clean the areas to be excavated.
Nascer do sol, hoje, nos Perdigões. Estávamos a começar a limpeza das áreas a escavar.

Tuesday, 9 July 2013

003/2013 - A different beginning

Perdigões 2013 campaign is beginning. This year we started in a different way, with an updating briefing for the History professors of the Oficinas de São José school about the main recent revolutionary discoveries of Recent Prehistory in Alentejo.

A campanha dos Perdigões está a começar. Este ano começa de forma diferente, com uma acção de formação para professores de História do Colégio Oficinas de São José sobre as recentes e revolucionárias descobertas da Pré-História Recente no Alentejo.


Here we are, speaking about the developments of knowledge resulting from Alqueva project amongst others (from that outstanding balcony of Monsaraz), and, after a visit to Perdigões, in the Perdigões museum at Torre do Esporão and latter in a session in the Enoturismo of that same company.
Aqui estamos nós, conversando sobre os desenvolvimentos no conhecimento que resultou do projecto de Alqueva entre outros (a partir da magnífica varanda de Monsaraz) e, depois de uma visita aos Perdigões, no museu do sítio na Torre do Esporão e mais tarde numa sessão que decorreu no Enoturismo do Esporão.


It is an interesting new way of starting a campaign.
É uma forma interessante de se iniciar uma campanha.