Excavations 2017


This is a temporary blog for presenting the excavations of 2017 at Perdigões. Posts from 2011 to 2016 are still available.

Saturday, 30 July 2016

0171 - Dia 12 (2ª fase)

A estrela do dia (neste caso o Sol).


Na estrutura "do Steve" começaram a aparecer partes de uma haste de cervídeo.


No alargamento para ver a continuação de um dos muros radiais da estrutura circular apareceu uma concentração de cerâmica, pedra e fauna.


Finalmente, a secção no Fosso 11 chegou ao fim. Obra de um Texugo e de um Valera. Uma manhã produtiva.


Friday, 29 July 2016

0170 - Dia 10 (2ª Fase)


A abundância de materiais continua a caracterizar o Sector Q dos Perdigões. Uns mais vistosos (como esta pequena mas formosa ponta de seta) outros mais "banais". Para terem uma ideia do volume: hoje concluímos a contagem e pesagem dos fragmentos de bojo (só os bojos) do Sector Q e o resultado são quase 100 mil fragmentos (99321) e mais de 1,5 toneladas (1533kg). Dá para ter uma ideia.

Já na fossa sob o "cairn" a acumulação de fauna continua.


E começámos a proceder ao alargamento, com a remoção do resto de "cairn". Entre a cerâmica que saiu estava um fragmente de base de campaniforme com decoração ungulada (beliscada). Conhecida na Beira Alta (Fraga da Pena) e na Estremadura (Penha Verde, Leceia, Rutura), é a primeira vez que aparece no Alentejo e indicia o carácter tardio de estrutura, o que as pastas das cerâmicas já indiciavam.


Estaremos a escavar contextos dos momentos finais da vida dos Perdigões.

E a propósito, esta fase será o ponto de partida para a palestra do dia aberto a realizar no dia 6 de Agosto.


Thursday, 28 July 2016

0169 - Dia 10 (2ª fase)

Estamos a dois dias do fim da primeira quinzena desta 2ª fase da campanha deste ano nos Perdigões.
Fica já a foto de "família", com dois visitantes de circunstância:


Da esquerda para a direita: (em cima) eu, Cristina, Catarina, André, Daniela, Pedro, Nelson, David, Luís, Guilherme, (em baixo) Adara, Steve, Andreia, Diana, Andreia e Luísa.

Já a escavação vai avançando. Na fossa sob o "cairn" de pedras as acumulações de restos faunísticos continuam (destaque para a presença de cavalo).



E a estrutura onde apareceu o pendente vai ficando mais curiosa. Agora parece ter uma espécie de câmara ovalada e um pequeno corredor orientado a 90º (Este, portanto), apresentando uma fossa posterior no meio da "câmara".


Para além das escavações temos tido várias "street talks". Depois do Nelson e da Cláudia a semana passada (sobre faunas), esta semana foi a minha vez de fazer uma síntese sobre os Perdigões e do Steve apresentar os resultados dos estudos de isótopos de mercúrio que tem vindo a fazer e que revelaram que vários indivíduos dos Perdigões apresentam altos níveis de contaminação devido à utilização cultural do cinábrio.

Wednesday, 27 July 2016

0168 - Dia 9 (2ª fase)

Mais um punção metálico (entre vários restos de fundição e minério de cobre).


E a estranha estrutura que o Steve está a escavar. Foi daqui que saiu o pendente de mármore e o fragmento de grande lâmina.


Tuesday, 26 July 2016

0167 - Continuando...

A escavação vai avançando a pesar do intenso calor. Muitas estruturas a serem escavadas ao mesmo tempo implica muito trabalho de desenho: a Adara esforça-se por conseguir ver o alvo e dar as coordenadas.


Mas os diversos membros da equipa dispersam-se por diferentes estruturas. Aqui o Nelson vai definindo o murete que sai da estrutura circular para Oeste.


Mas esta estrutura começa a revelar-se cada vez mais complexa, e outro murete começa a sair em círculo para sul.


Já sob o "cairn" e no interior da depressão que aquele preenchia existe um fossa central que revela uma concentração de fauna e uma pequena fossa preenchida por pedras. Porque teria isto sido coberto por um "cairn" de pedras?



Mais a sul, chegou-se ao fundo de uma pequena fossa, muito provavelmente datada da fase mais antiga até agora identificada nos Perdigões. Com dez centímetros de profundidade. Antes de ser escavada seria, para muitos, mais um silo. Agora deve ser apenas um Tupperware.



Saturday, 23 July 2016

0166 - À porta do fim de semana...

... concluiu-se a limpeza do Fosso 11, que agora está pronto para se dar continuidade à sua escavação.


No Sector Q, a fossa sob o "cairn" de pedras parece confirmar-se e uma acumulação de restos faunísticos começou a se definida.


E numa estrutura estranha (ainda não me quero comprometer com nada, por isso deixo as imagens para a semana), de onde já tinha saído o pendente em mármore, saiu um fragmento distal de grande lâmina de sílex retocada.


Friday, 22 July 2016

0165 - Um dia interessante

Hoje no campo foi-se avançando na definição do fosso mais antigo dos Perdigões, na limpeza do fosso Neolítico 11 (para retomar a sua escavação) e na área central do sector Q.
Novas estruturas e este pendente em mármore.


Ao final da tarde a conversa às 6, organizada pelo ICArEHB-UALG no Sem Fim no Telheiro. Uma conversa entre mim a a Cristina Dias do Laboratório Hércules sobre interdisciplinaridade e a nossa colaboração no projecto Perdigões.



Wednesday, 20 July 2016

0164 - 2ª fase - primeiras imagens

Feito um pequeno alargamento na área central para perceber o desenho do fosso mais antigo e montada a cobertura em parte da área a escavar.

Trabalhos nessa área.


Secção do "cairn" de pedras que preenche uma fossa, na qual parece definir-se um outra fossa circular também preenchida por pedras.


Intensa actividade de tratamento de materiais no depósito que temos na Herdade do Esporão.



Friday, 15 July 2016

0163 - Back next Monday


Na próxima segunda feira estaremos de volta aos Perdigões para a segunda fase da campanha deste ano. Como de costume, poderá acompanhar os resultados aqui.

Next Monday we will be back for the second phase of this year campaign in Perdigões. As usual you can follow the results here.